6.5.09

Um dia a gente se encontra...

Hoje, 6 de maio, meu pai completaria 57 anos de vida. Infelizmente, ele já se foi há mais de 20 anos atrás ,e até hoje, ainda sinto sua falta. E sua presença.
· Sinto sua falta quando olho pro meu filho, seu sonho era ter um filho, um menino.

· Sinto sua falta quando vejo minha filha dançando ballet, seu sonho era que eu dançasse, mas só descobri isso depois que ele não estava mais aqui.
· Sinto sua falta quando o Junior joga seus cabelos pro lado de um jeito só dele, só dele , e do meu Pai.
· Sinto sua falta quando vejo meus filhos jogando video game. Jogávamos Atari juntos nos fins de semana.
· Sinto sua falta quando jogo buraco com os amigos. Foi ele quem me ensinou a jogar.
· Sinto sua falta quando leio em inglês, lembro-me de uma carta em inglês que ele recebeu e me chamou pra ajudá-lo a entendê-la. Eu ainda estava no início do curso e não consegui, acho que ele teria orgulho de mim hoje em dia.
· Sinto sua falta quando estou roendo as unhas. Ele chamava meus dedos roídos de ‘cabecinhas de cobra’, eu achava a maior graça!
· Sinto sua falta quando vejo filmes de madrugada, ele era taxista à noite e eu gostava de esperá-lo chegar para ainda assistirmos tv juntos, mesmo sendo bem tarde, era nosso momento.
· Sinto sua falta ao ver meus filhos crescerem. Sei que ele seria um excelente avô.





Pai, sei que você está aqui, pertinho de mim, olhando por meus filhos; sei que você me levou ao altar no meu casamento e que está comigo nos meus momentos de dor e de alegria; mas como seria bom poder abraçar o senhor mais uma vez. Um dia a gente se encontra. Até lá...











8 comentários:

Danyelle Santos disse...

É, Katita, não é fácil...
Meu pai tb se foi em 1993, quando eu ainda era uma criança... E sei bem como isso dói e muito.
Quando eu olho pra Caio, tb fico imaginando como seria...
Mas com certeza nossos pais estão ao nosso lado sempre.

Beijos e fica com Deus!

Ivana disse...

Emocionante a sua homenagem, Katia... dá pra sentir a amizade de vocês...
Quero ser uma mãe amiga dos meus filhos como você parece ser dos seus, seguindo o exemplo do seu pai.

Parabéns pela família linda. :)

Esposa Feliz! disse...

Oi Querida!
Vim retribuir a sua visita e encontro a palavra SAUDADE aqui.
Lindona, realmente é difícil sim. Passe o tempo que for, melhora mas jamais é esquecido. A saudade fica alí e aprendemos a conviver com ela. E um dia, com toda a certeza vc vai encontrá-lo sim!
Não importa quanto tempo passe, viva a sua vida e seja muito feliz!!!! Pq o seu pai como todos os pais, desejam e querem que seus filhos sejam completamente felizes!!!
Então seja feliz! Seu pai está nos braços do Pai e não ha lugar MELHOR para estar! Fique certa disso!
Sorria! E viva queridona!

Beijos!
Vou te adiconar lá no meu!
Fica com Deus!

Pietri disse...

realmente a dor vai passando com o tempo
mas no meu caso ouve um agravante em 2007 faleceu meu avô paterno , quando estava me recuperando recebi a noticia que meu avo materno tinha falecido.
Mas a vida é assim as pessoas boas se vão, pois la em cima tem alguem que tambem as que por perto.

gostei muito do seu blog, em especial essa homegem ao seu pai
abraços Katia
tudo de bom para vc
mantenha contato.

vitamina disse...

Oi, Kátia! Gostei do seu comentário no blog; valeu mesmo. Visitei três seus. Qual é o principal? Também li A Cabana. The best ever! Abraço!

Alice disse...

ai que lindo! convivo muito pouco com meu pai,só o vejo uma vez por ano!

Marcela Reinhardt disse...

Nossa! Gostei muito do seu post!
Bem emocionante e sincero!
Concerteza seu pai continua olhando por você e sentido-se orgulhoso da filha que tem!

www.nadatudotudonada.blogspot.com
www.marcelareinhardt.blogspot.com

Vermelho Intenso disse...

Amigaaa
Este é de todos os seus posts meu favorito, por isso decidi que aqui seria meu primeiro comentário. Nunca te disse isso mas li no dia que vc postou e foi um momento que me marcou. Tava trabalhando meio tristinha num dia péssimo achando que eu sou sozinha no mundo q não tenho com quem contar. Então em pleno expediente de trabalho começei a chorar, ninguém notou pq sequei as lágria quietinha e segui em frente. Seu post me fez refletir e ver que ainda tenho meu pai, minha mãe e duas avós. Que eu tenho muito q agradeçer e só estava reclamando da vida. Parei tudo e começei a imaginar a minha vida sem meus pais. Ahhhh seria bem pior! Demorei um pouco mas acho q nunca é tarde pra dizer que agradeço muito por vc ter melhorado aquele meu dia. Eu sonho tanto em dar orguho aos meus pais e minhas duas vovozinhas lindas. Eu queria ser uma filha melhor e tenho um pouco de medo de estar perdendo tempo. Tenho muito medo da partida deles, sinto que fiz muito pouco pra uma filha/neta que dar orgulho. E se minha vó partir sem ver minha formatura? E seu meus pais partirem sem ver os netos que tanto quero colocar em seus braços? A vida é curta e temos q aproveitar cada segundo ao lado de quem a gente ama. Sei que seu pai tem orgulho de vc esteja onde estiver.
Amo vc amiga querida!