12.6.09

Você acredita no destino?

Johanna Ganthaler e seu marido perderam o fatídico voo da Air France no último dia 31. Que sorte...escaparam da morte por pouco.

Retornaram para a Itália logo em seguida e essa semana sofreram um acidente de carro fatal. Johanna morreu e seu marido está internado em estado grave.

Será que nosso destino já está escrito? Nossa hora está marcada? É possível fugir do que Deus planejou para nós? Até que ponto tomamos controle de nossa rota? Definimos nosso rumo?




2 comentários:

Ivana Millán disse...

Ui, que difícil, Kátia...
Eu acredito nas duas coisas, em destino e também no livramento ou proteção de Deus... E principalmente na responsabilidade das pessoas envolvidas (não adianta ser salvo de um acidente se você deixar o gás da sua casa aberto e se explodir :S)
Complicadinho esse tema... vou pensar melhor.
Beijos!

Danyelle Santos disse...

Aff... Que difícil...
Eu acho que é muita petulância achar que Deus te protegeu e por isso vc não estava no voo. E as outras pessoas? Não eram protegidas? Por que se achar melhor que as vítimas? Sei lá... Acho que pode ter havido coincidência neste caso.