21.7.09

Ira gera getileza?

Eu estava ontem preparando um post novo, super quente, delicioso, mas mudei de idéia porque to com muita raiva! Pronto! Era de outro pecado capital que eu ia falar, mas vou falar é da IRA mesmo! Ai, que ódio!!!

Tenho muita raiva de pessoas que não cumprem com a sua palavra,
que dizem uma coisa hoje e amanhã juram de pé junto que não disseram! ai, que ódio!
Minha vontade é agarrar pelo pescoço e esganar até elas cuspirem a verdade!

Repartições públicas me dão nos nervos!
Aquele ar que as pessoas tem de se acharem as donas do mundo por estarem trabalhando ali, naquele muquifo, caindo aos pedaços! Que grande status! Se ao menos recebessem um mega salário, mas eu sei que não recebem, são todos funcionários como eu, ganhamos a mesma merreca! O que lhes dá o direito então de achar que tem o poder sobre a vida das pessoas em suas mãos?

Na sexta, me dirigi a um órgão desses, expliquei meu problema à pessoa competente ( entenda por competente não aquele que tem competência, mas sim, a pessoa a quem competia resolver o problema ) e a querida me pediu para retornar com 56 documentos diferentes que ela resolveria meu problema.

Saio eu, feliz da vida, mesmo tendo que providenciar os documentos todos, mas ao menos meu problema seria resolvido. Na segunda, me despenco eu de lá pra cá providenciando toda a papelada, chuva, frio, filho doente em casa, eu preocupada na rua, mas tinha que resolver tudo até hoje - pronto, tudo na mão e lá retorno eu hoje falar com a querida.

"Ah, meu amor, se no seu papel não tá escrito que você pode fazer isso, então eu não posso fazer nada."
Mas foi exatamente por isso qeu fui até ela!! Porque na m... do papel não estava escrito que eu podia, mas disseram que ela poderia resolver de outra maneira!!! E eu não expliquei tudo na sexta? Será que ela estava me ouvindo enquanto eu falava? Esse era justamente o 'x' da questão!! Se no meu documento já rezasse o tal procedimento, eu não teria ido até ela! E toda a papelada que fui atrás na segunda, no frio, na chuva, com o filho doente em casa, blá, blá, blá...Ahhhhhhhhh...esquece!!! Não adianta!

Vou fazer o que? Quebrar tudo de raiva? Mas já está tudo destruído! Se não pelo descaso, pelas traças! Vou gritar e xingá-la de incompetente, irresponsável, ou whatever? Só vou ficar sem voz e estressada, nada vai mudar.

Respirei fundo, contei até 100 e saí de lá, linda, no salto, simpática, com um sorriso nos lábios e agradecendo pela atenção da sujeita. Conclusão: Acredite se quiser, ela resolve amenizar meu problema me oferecendo um emprego!

Ahn? Como? O que? Se eu quero trabalhar aqui? Ahhh, só pode tá curtindo com a minha cara! To fora!

2 comentários:

Ivana Millán disse...

Tá zuando?!! Que doideira!
Você é muito mais madura.. eu não teria meeesmo saído no salto! kkkk..

Beijos!

Danyelle Santos disse...

Putz... Cada gentinha!!!
Fico bege com essas coisas...
Eu, certamente, não teria ficado no salto...

Bjsss!