20.1.10

Redenção



O que seria de mim sem a dor?
sem o choro sentido
sem o grito contido
sem sofrer por amor?

O que seria de mim sem o acalanto?
aquele dos seus braços após meu pranto
o calor do seu abraço
forte, insano
que me toma urgente, sem tino, sem compasso.


O que seria de mim sem seu afago?
aquele pelos cabelos
delicado, calado
aquele carinho sem pressa,
sem rumo, desorientado. 

 O que seria de mim sem suas juras?
suas desculpas?
seu torpor, meu dispor
seu embaraço, meu entrelaço
nossas gentilezas, sutilezas
daqueles que se desejam,
se completam, 
se amam.



Kátia  Ruivo

11 comentários:

Dri Viaro disse...

Oi amiga, lindo poema.
bjs

Engraçadinha disse...

Profundíssimo!

Carla Martins disse...

Arrasou!!! Lindo!

Eraldo Paulino disse...

O que seria de mim sem essa passeada tão envolvente e satisfatória pelos blogs

Lindo!

Bjs!

Desabafando disse...

Lindas palavras

Ana Paula Ruggini Zarpelon disse...

Lindo, lindo, lindo!!

sobrefatalismos disse...

A redenção faz parte da maturidade.

disse...

Muito lindo poema...Bjus

Sandra disse...

Nossas redenções!!!!
Ainda bem que elas existem..

Tem um selinho na Curiosa para vc.
Te espero lá.
Não deixe de visitar os demais blogs.
Deixo um grande abraço a vc.
Sandra

Laly disse...

Adorei!!! Olha, o amor é o melhor dos sentimentos né?! Amor, Paixão, loucura!!!Pra mim é um sentimento louco pq quando estou com aguém me entrego mesmo e se terminar, sempre penso que serviu como experiência! Mas até a "dor" de sofrer quando o relacionamento termina é gostosa.. pq depois passa vc encontra outra pessoa, e até juro que este é amor da sua vida!! rs

BOM FINAL DE SEMANA!!

BJS

Dany disse...

Que lindo...